Exposição:

Indígenas do Nordeste: Cultura, Identidade e Resistência


Ainda no século XXI é imenso o desconhecimento acerca dos povos indígenas do Brasil e de sua imensa diversidade cultural. Quando da chegada do colonizador português, estima-se que habitavam as terras brasileiras cerca de 1.000 povos indígenas o que correspondia aproximadamente 2 a 4 milhões de indivíduos. Atualmente encontramos no território brasileiro 234 povos, falantes de 180 línguas diferentes.

Ler mais...


Carousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel imageCarousel image

Exposição:

Miniaturas de Casas Antigas do Sertão

Por: Edson Duarte

A beleza, os aspectos e a riqueza do morar sertanejo cercado pela caatinga são retratados com fidelidade pelas miniaturas produzidas pelo artista plástico baiano Edson Duarte Marques da Silva, em exposição até 1º de novembro no Museu Casa do Sertão, localizado no Campus da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs). As obras retratam a paisagem cultural, ideias, significados, valores e singularidades do lugar, mostrando transformações da ação do homem no ambiente.

Ler mais ...

Sábado Divertido

no Museu Casa do Sertão

Ocorreu no dia 31 de agosto, das 8h às 12h, no Museu Casa do Sertão da Universidade Estadual de Feira de Santana (MSC/Uefs), quarta edição do projeto Sábado Divertido.

Ação que consiste em possibilitar ao público vivenciar momentos de diversão e produção de conhecimentos criativos.

Teve, também, visitação da exposição temporária “Sertão Noturno: Projeto Cores do Sertão”, desenvolvido pelo grupo de pesquisa Cult-Vi Universidade do Estado da Bahia (Uneb/Jacobina).

Fotos Aqui!

Exposição fotográfica:

Sertão Noturno

- Projeto Cores do Sertão -

As 20 fotografias, em exposição, constituem uma dimensão do Projeto Cores do Sertão que vem sendo desenvolvido pelo Cult-Vi desde 2011 na Universidade do Estado da Bahia UNEB - Campus de Jacobina e possui, dentre suas metas: a criação e manutenção de um banco de imagens sobre a vida sertaneja; a produção de representações diferenciadas do sertão evidenciando a riqueza cultural distanciando-se da visão estereotipada de miséria e seca; a produção de matérias visuais de alcance da comunidade e as práticas educativas contextualizadas envolvendo as imagens do sertão.

Ler Mais

Museu Casa do Sertão promove mostra

sobre Santo Antônio e religiosidade

O Museu Casa do Sertão, localizado no Campus da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), convida a comunidade para a exposição ‘Antônio querido! História e religiosidade popular’. Com abertura marcada para esta quinta-feira (13), às 9 horas, a mostra permanece em cartaz até 17 de julho, apresentando aspectos da religiosidade popular na devoção doméstica, com o uso de imagens do Santo Católico Santo Antônio.

Ler Mais...

Poesia

Museu Casa do Sertão

A minha casa é o Sertão,minha fala,meus costumes,e até meu jeito de dizer não.

Se achegue minha fia, não se acanhe não seu moço

Tenho muitos causos pra contar,muita história pra prosear, sem ferir,nem maltratar.

Ler mais...


FRAGMENTOS DA MEMÓRIA EM CADERNOS GOIABADA, POR ALUNOS DA UATI

Salvar palavras... escrever a própria história em cadernos goiabada. Os alunos da oficina Leituras e Memórias, turmas das professoras Ana Angélica Vergne de Morais e Eliana Carlota Mota, do programa de extensão Universidade Aberta à Terceira Idade da UEFS-PROEX, nos apresentam em cadernos um testemunho de suas histórias de vida. Experiências cruciais, como amor, dor, perda, morte registradas a partir de íntimas experiências e criativas memórias de infância e juventude.

Ler mais...

Área Externa do Museu

Casa do Sertão



Exposição Itinerante Retrato pintado: Retoques na memória

As imagens registram a atividade realizada pela equipe Museu Casa do Sertão na Escola Juíza Lourdes Trindade, enfatizando o Retrato Pintado, também conhecido como Fotopintura. Essa ação fez parte do projeto Aviação: "fotografia e identidade do outro lado da margem”, que propõe a aproximação e a interação do IFBA com os moradores do bairro do Aviário, mais especificamente, com 40 alunos do 8º e 9º ano da Escola Juíza Lourdes Ferreira, por meio da construção de uma poética proveniente das linguagens visuais contemporânea.

A fotopintura é uma arte que une retrato e pintura. O seu processo de criação é atribuído a André Eugéne Disdéri no ano de 1863, que, a partir de uma base fotográfica em baixo contraste, aplicou tintas para dar cores às imagens. Esta técnica se popularizou no Brasil no século XX, especialmente no Nordeste brasileiro.

Tradição quase extinta, a fotopintura é uma composição de caráter criativo e idealizador. Através dessa técnica, o artista não apenas dá cor a foto em preto e branco, ele produz uma nova imagem, alterando o cenário, além de acrescentar elementos, como joias e roupas novas ao retratado. A fotopintura também tem a perspectiva de harmonizar e embelezar uma imagem. Com essa técnica, as pessoas tendem a enfatizar as representações que idealizam de si mesmas, unindo o benefício do realismo fotográfico e interferindo nesse mesmo realismo quando ele se torna indesejado, a exemplo da retirada de manchas e rugas, clareando sombras, dando mais ênfase à cor da pele.

O emblemático cenário das ruínas da antiga FAMFIS ( Fundação de Apoio ao Menor de Feira de Santana) corroído pela ação do tempo ganham uma nova configuração a partir de uma montagem expografica, possibilitando aos alunos e as alunas estabelecer vínculos com o que estava exposto. Consideramos esta uma experiência de riquíssimo aprendizado. (Mais Fotos)

Museografia Joseane Macedo e Cristiana Barbosa

Mediação: Cristiano Cardoso e Maristela Ribeiro

Fotografia: Hortência Sant’Ana

Horário de atendimento:

Segunda das 14:15 às 17:30h

Terça a sexta: 8:15 às 11:30 e 14:15 as 17:30h

Telefone: 75.3161.8750 / 8751 / 8752

e-mail: museucasadosertao@gmail.com

museucasadosertao@uefs.br

Redes Sociais